Notícias

Fique por dentro do que acontece no agronegócio


Geada no Paraná

Várias regiões do Paraná tem enfrentado nos últimos dias, o mesmo problema.

Nos dias 29 e 30 de junho a forte geada em diversos municípios do Paraná causou muito prejuízo, principalmente nas lavouras de milho safrinha. Os danos são bastante significativos considerando que o plantio da cultura se concentrou nos primeiros dez dias do mês de março. 
Segundo Albani Pacheco, morador de Entre Rios do Oeste e delegado da APEPA, houve níveis variados de perdas, desde 20 até 100%, dependendo do híbrido, data de plantio e localização da área em relação a sua altitude. “Agora os prejuízos são irreversíveis e a maioria dos agricultores estão solicitando a cobertura do seguro rural visando minimizar um pouco os prejuízos.  Com o passar dos dias será possível quantificar com mais precisão as perdas.  As geadas neste ano ocorreram mais cedo se comparado a outros anos, porém coincidiu com um ano de plantio mais tardio. Esses fatores combinados são responsáveis pelo alto índice de perdas constatado até agora. Também temos perdas nas áreas de produção de trato animal (pastagens) trazendo mais prejuízo aos produtores rurais.” Contou Albani. 
No município de Rolandia, região norte do Paraná, a situação não foi diferente. A geada também foi severa e prejudicou principalmente o plantio de milho safrinha. Porém, segundo Lucas Schauff, Engenheiro Agrônomo da Ruralservice e membro da diretoria da APEPA, os danos só serão contabilizados de forma concreta daqui, no mínimo, 15 dias. “No milho já percebemos de imediato os danos causados pela geada, como a requeima nas folhas e as espigas umedecidas, o que é causado por conta do congelamento dos grãos. Com isso os grãos não vão se desenvolver normalmente e ter seu peso comprometido. Ainda, podem sofrer avarias.” Contou Lucas. 
A economia da agricultura paranaense que já vinha tendo prejuízos por conta da seca, que ocorreu do início do mês de abril até início de junho, vai precisar agora, depois da geada, de ainda mais atenção e tempo para recuperar-se. 
A APEPA, em parceria com Corteva, FEAPr e AREAC promoverá nesse sábado, às 10hrs, uma palestra online sobre Efeitos de Eventos Climáticos adversos (geada) na cultura do milho. Para participar basta acessar o link: https://youtu.be/WDmlAe14Xhw


Palavras-chave: Geada Milho